Esfoliação: basicamente tudo sobre o método.

A pele é considerada um órgão, e como órgão é o maior do ser humano. Em um adulto, toda a pele pode chegar a pesar cerca de 4 kg e medir 2 metros quadrados. Todos esses dados são evidentes, se contando as duas camadas que são unidas uma em cima da outra que são: Epiderme (tecido epitelial do meio externo) e a Derme (abaixo da epiderme e constitui o tecido conjuntivo). No caso, como trataremos de esfoliação, precisamos entender mais a epiderme já que é daí que são removidas as células mortas pelo processo e são desobstruídos os poros onde sai o suor. Mas veja bem, os especialistas recomendam que não seja retirada essa camada gordurosa da pele com frequência para não torná-la muito ressecada. Esse é um processo natural protetor da pele do corpo. As células mortas são tiradas do rosto para este parecer mais jovem.

A pele humana

Na epiderme encontramos a parte da pele sem pelos chamada pele glabra, e a parte da pele com pelos. Em meio a elas, encontram-se também pequenos poros chamados poros sudoríparos onde é ligado com um túbulo até as glândulas sudoríparas, onde passa o suor. Na esfoliação, como acontece a remoção das células mortas, eles são desobstruídos melhorando a passagem de suor e inibindo o aparecimento de doenças, deixando a pele mais saudável. Como a epiderme é muito fina e nela já se encontra saindo da derme até a epiderme terminações nervosas, a pessoa pode sentir no ato da esfoliação, principalmente se for usado buchas, quando a pele está arranhando. Usando esfoliantes artificiais, é recomendando que se use só os dedos em movimentos circulares para esfoliar a pele. Na hora do enxágüe, usar uma água que não seja tão quente para não provocar o ressecamento.

Diferente das células internas no nosso corpo, que algumas tem morte programada por apoptose ou são fagocitadas por macrófagos, estas últimas são células especializadas em comer (fagos) as células mortas. Na nossa pele, as células mortas ficam nela mesma impregnada, ou quando consegue com a pele estando seca, caem, se depositam no ambiente onde estamos. O resto tem que ser retirada no banho com esponjas. A esfoliação é usada para isso, remover essas células mortas depositadas na pele, principalmente no rosto. O resultado é uma pele mais bonita, porém é diferente de dizer que é uma pele saudável visto que essa camada tem serventia na história natural do ser humano para proteger de infecções.

Quando não removidas por muito tempo, também podem causar mal-cheiro e tornar um ambiente propício ao aparecimento de fungos e bactérias, ocasionando doenças, sem falar na aparência nada saudável. Por isso que a esfoliação é tão querida pela população, para remover as células mortas e que venha à tona as células novas, deixando a aparência da pele mais bonita.

Fungos na pele humana – Micoses

As micoses são quando os fungos atacam a pele do ser humano e há vários tipos. Os que mais acontecem são as leveduras como a candidíase e a ptiríase versicolor. A Candidíase é causada pela espécie Candida albicans na maioria dos casos. Não é considerada uma DST, mas pode passar de parceira para parceiro e vice-versa, se o organismo sistema imune da outra pessoa estiver debilitado. Ela causa feridas na boca de cor branca que dói muito, sapinhos, aftas que são pequenos botões e atinge até a garganta. Quando não cuidada pode passar também para o sangue onde pode levar a morte. Também acontece irritações principalmente em articulações como as axilas e na virilha, onde há atrito com a pele fina. Gera também feridas em partes íntimas. A esfoliação, mesmo que caseira, na pele limpa tira todos os resíduos de pele morta que possivelmente possa desenvolver uma cultura de bactéria onde cresça os fungos interagindo com elas, mas só fazer na pele externa e não íntima.

A ptiríase versicolor é causada pela levedura Malassezia furfur e causa lesões na pele semelhante a pano branco. Na verdade o pano branco são descamações irritantes e secas, porém a pitiríase são manchas que destonam com o restante da pele e, dependendo da cor da pele da pessoa, sua tonalidade pode ser branca ou rosa. Algumas causam comichão, outras não.

Essas doenças são alguns exemplos que podem acontecer com a falta de limpeza constante da pele. Para evitar doenças na pele, o ideal é sim fazer a limpeza, inclusive esfoliação ou hidratação, porém não excessivamente.

A hidratação da pele

O uso desses cremes não está só ligado à esfoliação da pele, mas também à sua hidratação. De acordo com especialistas, a pele tem que ser hidratada com frequência e além de beber água, pelos menos 2 litros por dia, é necessário adotar alguns hábitos para manter a pele hidratada livre de ressecamento e consequentemente danos.

A pele humana com o tempo vai criando uma cera por cima e muita gente pensa que ela pode fazer mal, mas pelo contrário, o que dizem dermatologistas é que fazem bem evitando a proliferação de microorganismos. No caso, agora estamos falando da pele do corpo, e não só do rosto. Quando tomamos banho e passamos a bucha em excesso, essa gordura sai e a pele fica suscetível a ressecamento e deverá ser hidratada posteriormente com cremes. Nas partes onde a pele é mais oleosa como no peito, por exemplo, é onde tem mais pelo e é nessas partes que são mais hidratadas naturalmente. Por outro lado, outras partes do corpo onde não são muito hidratadas tendem a ficar secas e isso acontece mais em lugares enrugados como o cotovelo, joelho e em outras articulações onde deverá haver intervenção de hidratantes artificiais.

A hidratação faz com que impeça o aparecimento de manchas e deixa a pele com o tom natural que ela tem, também evita o aparecimento de infecções, sejam fúngicas, sejam bacterianas. Algumas dicas a seguir podem ser seguidas para manter a pele do corpo hidratada para evitar de estar fazendo esfoliação com frequência.

  • Beber água sempre (apesar de muita água sair pela bexiga, boa quantidade dela também vai pelo suor, hidratando a pele)
  • Consumir frutas (frutas são ricas em água, no que também é bom para hidratar. Melancia, laranja, etc. todo tipo de fruta tem água e é bom)
  • Evite temperaturas extremas (muito frio resseca a pele, muito calor, apesar de fazer suar, resseca a pele a longo prazo, sem falar nos raios UV do sol que danificam a pele)
  • Banho de água quente (ao contrário do que se imagina, a água quente demais resseca a pele quando esta seca)
  • Praticar exercícios físicos (quem corre ou pratica exercícios que demandam muita atividade física sabe, quando termina, que se toma banho, a pele ainda continua a suar. Isso ajuda a limpar os poros e deixa a pele mais hidratada)

Esfoliantes artificiais

No mercado vemos vários tipos de cremes esfoliantes. Podem ser encontrados na seção de cosméticos do supermercado, ou melhor ainda, em lojas de cosméticos em shopping. Também podem ser encontrados diretamente nas lojas das marcas na internet, onde a entrega é feita pelos Correios ou pela transportadora. Um exemplo é um creme microesfoliante onde purifica a pele e vem com micropartículas de bambu. Estas partículas são bem pequenas e pontiagudas e por isso que é recomendado a moderação no uso desses produtos para não danificar a pele. Com o tempo diminui o aparecimento de rugas, pois estes são os que devem ser usado na pele do rosto.

Já outros tipos são para serem usados no corpo onde alguns deles tem além de micropartículas, que são maiores que as dos cremes para o rosto, vem com tipos de vitamina como a Vitamina E que proporciona benefícios à pele. Outra coisa é a presença no creme de fator FPS para prevenção de danos relacionados aos raios UV, raios do sol que não podemos ver, mas que queimam a pele e provocam câncer de pele. O uso é o mesmo que se usa no esfoliante do rosto.

Esfoliantes caseiros

Uma receita muito usada pela população como uma alternativa caseira a creme esfoliante é um creme feito com aveia e iogurte. Nos cremes artificiais, apesar de serem mais eficazes, vem alguns com compostos químicos que podem fazer mal à saúde, principalmente quando usados indiscriminadamente como os homens que não costumam fazer esfoliação nem usar cosméticos com freqüência fazem. Eles passam várias vezes fazendo movimentos bruscos e acabam ferindo a pele, usando os artificiais. Por isso é uma vantagem usar os feito em casa. Para fazer você, em um prato raso, coloca 2 colheres de aveia em flocos finos e coloca por cima uma embalagem inteira de iogurte natural, do tamanho de um copo americano. Ainda pode acrescentar algum óleo como o de calêndula ou de lavanda para facilitar a aplicação na pele e deixar com um cheiro melhor. Caso não encontre o iogurte natural, pode usar o mel no lugar.

Mexa a mistura até que fique homogênea (uma cor só) e aplique no rosto friccionando em movimentos circulares, mas não com muita força e sem usar nenhum tipo de bucha, apenas com a mão. Assim as células mortas e algo que possa estar manchando a pele vão sair após a lavagem.

Sua pele vai ficar mais lisa, mais hidratada e com uma aparência mais viva. Cuidado, pois se você fizer movimentos circulares com muita força com essa receita caseira, o resultado é que pode arranhar a pele, quando feito com cremes artificiais não acontece isso, pois nos cremes caseiros os resíduos de aveia são maiores.

Outra receita bastante utilizada é a feita com açúcar cristal e mel da mesma forma como fizemos com o iogurte e aveia. O açúcar cristal deixa resíduos mais grossos e podem ser feito para pele oleosa.

Esse é o desafio para manter a pele hidratada e limpa, aliando boas práticas com boa alimentação, práticas de exercícios, uso de cremes e hidratantes, podemos manter a nossa pele sempre bonita e saudável.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *